Marcadores

sábado, 25 de setembro de 2010

ESSÊNCIA E APARÊNCIA

Fotos, elogios e sorrisos, quanta glória e exaltação. Mas como é difícil em tempo de luta, fotografar, sorrir e, consequentemente receber os elogios. Quando estamos feios, sem vida, sem cabelos, com olhar triste ou quem sabe com quilos a mais de amargura, como é difícil!

A aparência tem sido tão importante para nós mesmos e sociedade, e esquecemos que temos o nosso interior. É claro! Importa o que aparentamos e como nos enxergarão, com cabelos arrumados, belo sorriso e muito bem vestidos.

Se DEUS nos olhasse assim...
o que seria do pedinte, sujo daquele farol?
e aquela moça que aparenta fortaleza e revestiu-se de um personagem para seguir a vida, porém seu interior encontra-se embaixo dos escombros de amargura e dor?
Pois, a começar de mim, é impressionante a forma como rejeitamos a essência que DEUS nos deu, preferindo nos preocupar, falar e mostrar o que é esperado e será bem aceito pelo público, ao invés de exalar nossa essência tão preciosa.

Imagine uma flor no campo após a florada, quando começa a amarelar até ficar apenas um talo com suas folhas verdes ou amareladas. De cores vibrantes e bela aparência torna-se menos viçosa até que apenas um  talo verde a aguardar a próxima florada. Se nesse momento, como costumamos fazer, ela buscasse se esconder, imaginando a repercusão de sua aparência atual.
Provavelmente se esconderia, porém assim fazendo, ainda que se sentindo protegida de palavras desagradáveis, críticas, ficará sem levar o sol da manhã, a chuva, receber seu alimento, essencial para seu crescimento e nova florada.

Muitas vezes em momentos difíceis, seja por dor, doença, tristeza, frustrações, nos escondemos por medo, covardia, vergonha, pois achamos que deveríamos estar de uma forma, quando estamos de outra, estar no norte quando estamos no sul. Então, com habilidades às vezes inconscientes fugimos, nos impedindo de sermos cuidados e preparados para a florada.  Esquecemos de nossa essência que é o mais importante, pensando somente em nossa aparência!

De onde menos esperamos, aparece alguém que a percebe e nos faz lembrar dela... se dermos ouvidos e não nos escondermos como desejamos, certamente como as flores chegará o nosso tempo de aplausos, sorrisos. Como com a flor murcha, chegará o tempo em que floresceremos e encantaremos como desejamos, porém é necessário aprender que ainda quando estavamos sem vida, quem sabe desprezados por olhares, nossa essência e real beleza continuava a existir, e é dela que vem a tão esperada florada que encanta!

O nosso nada, é essencial para nosso tudo,
o tempo de feiura foi importante para nossa beleza,
a falta de formosura explicou a verdadeira grandeza,
a essência do ser humano que não pode em momento algum ser escondida, deixando de exalar os verdadeiros valores e verdades!

Sheila B. dos Reis

PONTILHANDO...

ILUSTRAÇÕES EM CAMISETAS



MUITAS CORES!!

LÁPIS, TINTA OU CANETA...

ESPONTÂNEO EM PB
DESENHO DE BONECOS EM PB

Quem sou eu

Seguidores

Marcadores